Amigos 20 anos em São Paulo

Amigos 20 anos em São Paulo 

Fernanda Brandão 

Sábado de temperatura agradável na capital paulista. O público lotava pista e arquibancadas do Allianz parque, para embarcar na mais bela viagem da música sertaneja!
‘Amigos: a história continua’ é a retomada do projeto que foi sucesso nos anos 90 e que, 20 anos após o último show, os cantores voltam a se reunir em turnê pelo Brasil. Esse foi gravado para um especial que irá ao ar em dezembro pela Tv Globo.Destaque ao palco que, propositalmente, formava a letra A, e passava imagens para que o estádio todo acompanhasse cada flash do palco!
Terceiro show da turnê, que já passou por Belo Horizonte e Barretos e ainda viajará por outros estados, a receptividade do povo foi de imediato: famílias completas, avós com netos, filhos com sobrinhos, gerações e gerações esgotaram as bilheterias!
Pontualmente às 8 da noite, fogos (silenciosos em atendimento à lei municipal) anunciavam a chegada dos Amigos. Brilhos, sorrisos e lágrimas se espalhavam nos olhares atentos do público, que não arredou o pé nas três horas de show.
‘Um espetáculo incrível! Efeitos e repertório maravilhosos; lotar um estádio não é pra qualquer um. A espontaneidade do Leonardo, hits de Zezé di Camargo e Luciano, a técnica de Chitãozinho e Xororó, fizeram desse show simplesmente perfeito! Dia 08/08/20 estarei de volta, vibrando com meus ídolos.’, vibrou Pedro Cordeiro, 28 anos, cantor e espectador.
Os grandes marcos do show ficaram por conta da participação do maestro João Carlos Martins na canção fio de cabelo; o toque do violino de Amon Lima que esbanjou talento e alegria em todas as músicas, a vibração do público com o hino nacional da música sertaneja: Evidências levantou a galera e fez com que Chitãozinho e Xororó se ajoelhassem no palco em agradecimento. 
A emoção máxima ficou por conta da canção ‘Mano’, em homenagem ao cantor Leandro. As duplas revezaram os vocais de toda a canção, e no segundo refrão o irmão Leonardo ficou em evidência em uma plataforma que o elevou, no centro do palco, enquanto imagens dos shows do projeto nos anos 90 eram exibidas nos telões.
‘Pra mim foi uma energia sem igual, cheio de momentos emocionantes. Me encantei muito com a música  não aprendi dizer Adeus, as imagens do Leandro no telão foi incrível. 
Mas o melhor momento para mim foi entrar no Allianz ao som a capela cantando Evidências, e na saída ouvir a multidão  cantando com a mesma intensidade foi emocionante!Uma troca de energia artista e público sem igual.’ empolgou-se Shirley Lima, 35 anos coordenadora de vendas e espectadora.
A turnê infelizmente já tem data para seu último show: será dia 08 de agosto de 2020, no Allianz parque. Quem eu vejo por lá?!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.