Hibla Gerzmava - Única apresentação no Brasil

Hibla Gerzmava - Única apresentação no Brasil

O Soprano Hibla Gerzmava encerra a primeira temporada da Série 'Grandes Vozes no Rio de Janeiro'

A cantora russa fará sua estreia no Brasil, em novembro, sob a regência de Ira Levin

No último dos quatro concertos programados para 2019 pela série “Grandes Vozes no Rio de Janeiro”, do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, o encerramento caberá ao soprano  Hibla Gerzmava, acompanhada pela Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal, no dia 15 de novembro, às 17h. Com patrocínio ouro Petrobras, a artista russa cantará pela primeira vez no Brasil, regida pelo maestro Ira Levin. No programa, árias de óperas dos compositores italianos Verdi, Bellini, Donizetti e Cilea.  

Hilba Gerzmava é, desde 1995, solista da Academia de Música e Teatro de Moscou Stanilavski e Nemirovich-Danchenko. Ela cantou na Royal Opera House, em Londres, na Ópera Nacional de Paris, na Ópera de Viena, Ópera de Roma, no Carnegie Hall, em Nova York, no Teatro alla Scala, em Milão, e no Tokyo Bunka Kaikan, no Japão.

Em 2008, na sua estreia no Convent Garden, como Tatyana em "Eugene Onegin", sua voz foi descrita pela crítica como "cheia de colorido e com uma reserva de força que possibilita que Hibla conduza os fortíssimos como um surfista numa onda".

Sua atuação como Lucia, na ópera "Lucia di Lammermoor", de Donizetti, em 2010, garantiu-lhe a mais alta comenda teatral russa, o Golden Mask, e o reconhecimento do Governo de Moscou por sua contribuição ao mundo das artes e cultura. Foi Gerzmava quem cantou a Valsa Olímpica na cerimônia de encerramento dos 22º Jogos Olímpicos de Inverno em Sochi, em 2014. No ano seguinte, Hilba fez uma série de apresentações em Nova York, no Metropolitan Opera, quando interpretou o papel de Antonia na ópera "Os contos de Hoffmann", ao lado de Vittorio Grigolo, curiosamente o tenor quem iniciou a série "Grandes Vozes no Rio de Janeiro".


Programa
Regência: maestro Ira Levin
Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal
Árias de Verdi, Bellini, Donizetti e Cilea 
1- Il Guarany: Abertura (Carlos Gomes)
2- La Forza del Destino: "La Vergine degli Angeli" (Verdi)
3- La Forza del Destino: "Pace, pace, mio Dio" (Verdi)
4- Lo Schiavo: Alvorada (Carlos Gomes)
5- Otello: "Salce, salce”… ”Ave Maria" (Verdi)
6- La Traviata: Prelúdio do terceiro ato (Verdi)
7- Il Trovatore: "Tacea, la note placida" (Verdi)

Intervalo

8- Norma: “Casta Diva” (Bellini)
9- Le Siège de Corinthe: Abertura (Rossini)
10- Adriana Lecouvreur: “Ecco, respiro appena” ... “Io son l'umile ancella” (Cilea)
11- La Wally: Prelúdio do terceiro ato (Catalani)
12- Anna Bolena: “Piangete voi” ... “Al dolce guidami” ... “Coppia iniqua” (Donizetti)

Preços dos ingressos:
Frisas e camarotes (unitário) - R$250
Camarotes (unitário) - R$ 250      
Plateia e balcão nobre – R$ 250
Balcão superior – R$ 250
Balcão superior lateral – R$ 150
Galeria - R$75
Galeria lateral - R$75

Theatro Municipal do Rio de Janeiro – Praça Floriano s/n° - Centro
Lotação – 2.226 lugares
Duração total – 2 horas
Ingressos na bilheteria ou no ingressorapido.com
 Créditos fotos: divulgação
Patrocínio Ouro Petrobras

Apoio: Livraria da Travessa, Rádio MEC, Rádio SulAmérica Paradiso, Rádio Roquete Pinto e Ingresso Rápido

Realização: Grandes Vozes, Fundação Teatro Municipal, Associação de Amigos do Theatro Municipal, Secretaria Especial da Cultura, Ministério da Cidadania e Governo Federal

Instagram: @theatromunipalrj
Facebook: https://www.facebook.com/theatro.municipal.3/


O Theatro Municipal é vinculado à Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro 
 “Alertamos que, nos dias de espetáculos, é proibida a entrada no Theatro usando bermuda e/ou chinelos.”

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem