Trata-se de uma terrível notícia, a que se abateu sobre todos nós, no último dia, 22/11

Trata-se de uma terrível notícia, a que se abateu sobre todos nós, no último dia, 22/11. Ninguém quer acreditar. Faleceu aos 60 anos de idade, em Orlando, Flórida nos Estados Unidos, Antônio Augusto Moraes  Liberato, mas conhecido como Augusto Liberato. Sabe quando somos surpreendidos com uma informação cuja a qual, jamais gostaríamos de estarmos recebendo e transmitindo? Pois é, esse é o meu e certamente é o sentimento de todos os meus colegas da imprensa, além dos que conheceram ou tiveram contato com o Gugu, bem como aos milhões de brasileiros. O Brasil e a TV brasileira encontra-se órfã de um de seus mais importantes e notáveis apresentadores. Não farei do meu espaço, um meio para replicar informações triviais sobre uma pessoa que não tinha nada de trivial, pois possuía o brilho de que poucos dispunham no meio de mídia.  Em participação no programa do Fábio  Porchat em 24 de agosto de 2017, Augusto Liberato contou um pouco sobre sua história e de quando foi disputado por Silvio Santos e a Globo:




  História 


   Filho de Maria do Céu  Moraes e de Augusto Claudino Liberato, o apresentador nasceu no bairro da Lapa, bairro de classe média do estado de São Paulo, em 10 de Abril de 1959. Tornou-se conhecido graças as cartas que enviava para a lenda da comunicação brasileira, Silvio Santos. Augusto Liberato enviou a sua primeira carta aos 13 anos. A resposta demorou a chegar. Gugu escreveu outra carta, participou de outras gincanas e na primeira oportunidade que teve de estar perto do apresentador perguntou se ele tinha lido a carta — Ele falou: "Foi você que mandou aquela carta, né? Você não quer trabalhar comigo? "Gugu, na época, já trabalhava meio período como office-boy numa imobiliária e estudava pela manhã. Após a proposta, seus pais liberaram o adolescente para trabalhar o dia inteiro com Silvio Santos, mas só se ele continuasse estudando.  De tanto fazê-lo caiu nas graças do apresentador e foi chamado para trabalhar com apenas 14 anos como auxiliar de produção do programa: " Domingo no Parque", apresentado por Silvio Santos. Com o tempo, Gugu como era chamado, carinhosamente, foi ganhando espaço até chegar as telinhas e daí para a frente não parou de brilhar. Ao longo de sua trajetória, Augusto Liberato contagiou-nos com seu talento, irreverência, e sobretudo humildade. Apesar de ter se tornado um notável apresentador, empresário, cantor e ator nem todos sabem o quanto ele sofreu para conseguir conquistar tais oportunidades. Ele fez sua carreira no SBT ( Sistema Brasileiro de Televisão). Gugu é considerado um dos apresentadores mais consagrados da história da TV brasileira. Apresentou grandes sucessos, como o Viva a NoiteSabadão SertanejoDomingo Legal, e atualmente estava no ar com o "Reality show Power Couple Brasil, e o  reality show "Canta Comigo", pela Rede Record de Televisão ". 



Admiração pelo ídolo era notável 




                       Silvio Santos e Augusto Liberato



  Augusto Liberato chegou a iniciar um curso de Odontologia na Universidade de Marília (Unimar), na cidade de Marília em São Paulo, porém desistiu do curso, atendendo ao chamado de Silvio Santos, que o convidou para  assumir um posto em frente às câmeras. Um de seus primeiros programas, em 1981, foi a Sessão Premiada paulista - a versão carioca era apresentada por Paulo Barboza. Em 1982. Silvio Santos pediu que Nelly Raymond, uma importante diretora argentina, criasse um programa para os sábados à noite. Era o "Viva a Noite", que no início era dividido em várias partes, e apresentado também por nomes como Ademar Dutra, Mariette Detotto e Jair de Ogum. Depois de algumas mudanças no formato, Gugu permaneceu sozinho no comando do programa, posteriormente dirigido por Homero Salles. Ao mesmo tempo que comandava o Viva a Noite, Gugu permaneceu por algum tempo dirigindo o Domingo no Parque e como editor do boletim Semana do Presidente, que era veiculado nos intervalos entre os quadros do Programa Silvio Santos. Foram 46 anos de carreira. Algo notável é a generosidade de Augusto Liberato que em vida optou em doar seus órgãos. Isto se deu e seus órgão irão beneficiar a 50 vidas. Gesto indescritível. Que todos dentre tantas coisas, reflitam sobre a importância da doação de órgãos.


Nos palcos:


           Augusto Liberato e à cantora, Rita Lee


Uma trajetória marcada por muito sucesso


           Saudosos: Augusto Liberato e Hebe Camargo


A família:

   Augusto Liberato ao lado de sua esposa, Rose Miriam di Matteo e de seus filhos: João Augusto LiberatoMarina Liberato Sofia Liberato

Finalizando

 Como encontrar palavras que de algum modo, conforte a família, amigos, colegas de mídia e o povo brasileiro, neste momento? Impossível. Escrevo há tantos anos e ao fazer esta matéria passei o tempo inteiro, sem acreditar que esta informação era verdade. Fica o meu registro de absoluto pesar à mãe do supra apresentador, à senhora, Maria do Céu Moraes, à esposa Rose Miriam di Matteo, aos seus filhos, João Augusto LiberatoMarina Liberato Sofia Liberato. Deus os abençoe.


Instagram: joaolucianooficial

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem