Literatura e escrita colaborativa a quatro mãos

Literatura e escrita colaborativa a quatro mãos
Como a dupla Maria Elisa Coelho e Gustavo Annecchini se uniu para escrever o romance Bluebell e planejam definir o roteiro para a segunda edição, em 2020
A arte de escrever tem seus mistérios. Uns pensam que o talento vem de berço, outros acreditam que este talento possa ser desenvolvido ao longo de suas vidas, com treinos, estudos e pesquisas. Para os escritores Maria Elisa Coelho e Gustavo Annecchini, um escritor surge de sua paixão pela escrita e da sua necessidade de expressar seus sentimentos e criatividade, além da identificação e devoção à arte.
A dupla, que já está consolidada no mercado de agenciamento de celebridades, apostou na construção do projeto que uniu paixão por escrever com a atuação no segmento criativo do mercado de entretenimento. Lançaram-se no desafio da escrita a quatro mãos! E deu certo! Hoje, a dupla nos conta como aconteceu a construção de Bluebell, romance de estreia de Maria Elisa e Gustavo. Saiba mais:
Gustavo comenta que escrever a dois é desafiador, mas, a dupla, por já trabalhar juntos há muito tempo, conseguiu desenvolver uma metodologia própria, o que facilitou a criação da obra.
“Fizemos uma série de brainstorms para o desenvolvimento dos personagens e também usamos alguns conceitos que aprendemos na nossa formação acadêmica que tem passagem pelas cadeiras de propaganda, psicologia, psicanálise, dentre outras alquimias da escola da vida”, conta Gustavo.
Quando perguntados sobre divergências ao longo da criação do livro, os dois são unânimes:
“Nós discutimos um pouco, é normal, mas, sempre concordamos nos caminhos que sugerimos um ao outro. A gente se respeita muito e somos focados na mensagem que desejamos transmitir. Acredito que, por sermos perfeitamente alinhados nesse sentido, há pouco ruído em nosso processo criativo em conjunto”, analisa o escritor.
Elisa também conta que escrever é um desafio, seja junto ou sozinho. É um formato que requer uma grande dedicação. O projeto de escrever o livro Bluebell já estava sendo gerado e se concretizou quando eles receberam o convite para lançar o livro em Dubai, na presença de membros da realeza árabe, com um prazo de menos de 4 meses para escrever o livro. Foi aÍ que a dupla não perdeu a oportunidade; trabalharam em equipe e saíram de Dubai com o prêmio de melhores escritores-revelação no World Fashion Festival Awards Dubai.
E não para por aí. Os dois estão preparando Bluebell 2, em fase de desenvolvimento de roteiro, e contam que trabalhar em conjunto deu tão certo que já tem mais dois livros sendo planejados, além de Bluebell 2, título provisório para a continuação de Bluebell.
Gustavo finaliza falando sobre a importância de se ter parceiros com quem você se identifica. Isso facilita no processo literário, na junção das idéias e também na contribuição do trabalho. Um soma com o outro focados sempre em enriquecer ainda mais a história.
Aos que desejam iniciar no segmento literário, um conselho: “Escreva, escreva, escreva! E não desista de escrever até conseguir  chegar aonde deseja”, finaliza.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.