Foto: Divulgação/Assessoria


Se antes da pandemia, Brasil já sofria com a falta de doadores de sangue, nesse período de isolamento, a situação piorou.
A atriz Gyselle Soares fez sua parte. A cajuína esteve no Hemopi, em Teresina, no Piauí, para doar sangue. "Esse momento tão difícil, que estamos atravessando, nos leva a refletir muito sobre a vida. Sozinho nada somos. É preciso solidariedade. Ajudar as pessoas nos faz bem e não custa nada. Doar sangue é um ato de amor. Você pode salvar vidas", comenta Gyselle Soares, que está no Brasil. Em breve, sobe aos palcos do Teatro Vannucci, no shopping da Gávea, no Rio, para viver a personagem Bruna, no espetáculo "The Breakfast Club", com direção de Leandro Fleury, Walfredo Lucas e Isabella Barros. Nas telonas, ela se prepara para filmar o média-metragem com título provisório de "O runfo de Truffaut", do diretor e roteirista Marcelo Câmara.

Foto: Divulgação/Assessoria