Renovação com versatilidade, criatividade e estudo

Jovem produtor aposta em muito ecletismo e refinada preparação técnica para se firmar no cenário da música

                                                     

Foto: divulgação

O cenário musical em 2020 é repleto de incertezas. Sim, é possível gravar músicas em casa com qualidade profissional, valendo-se de recursos técnicos relativamente acessíveis a todos. Mas como ter um resultado que permita diferenciar sua gravação daquelas feitas por milhões de outras pessoas?

É exatamente pensando nessa questão fundamental que Pedro Canaan resolveu se preparar adequadamente para oferecer em seus trabalhos musicais, seja em projetos pessoais, seja para outros artistas, uma assinatura diferenciada e com forte qualidade artística e técnica.

Com apenas 21 anos de idade, ele, no entanto, possui uma preparação que lhe permite não impor limites aos seus horizontes profissionais.

Pedro começou a se envolver com a música logo aos 10 anos de idade ao decidir estudar guitarra, influenciado pelos novos colegas de escola. E foi com alguns deles que criou em 2012 a The Death Season, banda de metal alternativo na qual se incumbiu do baixo elétrico.

Com o tempo, sentiu a necessidade de expandir seus conhecimentos teóricos e técnicos. Inicialmente, fez um curso intensivo na conceituada escola de música e tecnologia EM&T, em São Paulo. Depois, resolveu buscar uma escola no exterior para ampliar ainda mais esse aprendizado.

Nos EUA, a criação de uma gravadora-produtora

Essa escola foi a conceituada faculdade Columbia,  em Chicago, cidade americana com fortes raízes musicais. No segundo semestre de 2017, iniciou dois cursos simultâneos, um de produção musical e áudio (“audio design & production”) e outro de composição musical (“contemporary urban and popular music”). A explicação por estas escolhas é bem lógica:

“Ter conhecimento nessas duas áreas me diferencia muito, pois dessa forma aprendi tanto a parte teórica e prática da gravação como também a da criação musical, de poder fazer e escrever arranjos musicais, por exemplo, algo não muito comum entre os produtores brasileiros atualmente”.

Na Columbia College Chicago, ele não só se preparou adequadamente como também fez muitas amizades. Uma foi com seu colega de quarto, o americano de Chicago Tony Klacz, com quem ele montou em 2019 uma produtora-gravadora batizada como The Groovy Motherfunkers (TGM).

“O Tony é um ótimo compositor. A TGM é basicamente uma gravadora, pois oferecemos todos os serviços de uma gravadora grande, desde a produção e gravação até a divulgação, gerenciamento de redes sociais, etc”, explica.

Um dos primeiros frutos do selo TGM é o álbum “Xeno”, do cantor e compositor carioca radicado nos EUA Zeno Camera, de pop alternativo, que traz entre os seus destaques o delicioso single “Lips Like Chardonnay”.

Confira a faixa abaixo:

https://open.spotify.com/track/1BAIXAzcpfPTnvxpuSuNLP?si=2oUPZJasTyuKtvlrpWhA7Q

https://youtu.be/r9kVqQVLNdU

Site: www.pedrocanaan.com