Hexag lança programa com aulas gratuitas para o Enem. O cursinho disponibiliza para o aluno salas de aula estúdio 180 graus

  
    O curso pré-vestibular Hexag, um dos mais completos e eficientes neste segmento educacional no País, irá lançar neste final de semana o Enem para todos - Um Projeto Hexag Solidário, que consiste em um programa de ação social que disponibilizará a estudantes de todo o Brasil 100 aulas ao vivo gratuitas, direto das salas de aula estúdio 180º. O conteúdo será ministrado durante seis meses ininterruptamente -  de 18 de julho a 10 de janeiro de 2021-- sempre aos sábados e domingos. As aulas terão início às 14h30 e terminam às 18h.

    Para a realização deste projeto pioneiro, o Hexag irá disponibilizar em torno de 300 profissionais de sua equipe de colaboradores entre professores, plantonistas e especialistas em TI durante os seis meses de aula. Para ter acesso às aulas nos finais de semana, o estudante deverá entrar na TV Hexag via YouTube no horário programado para o início das aulas, ou seja, às 14h30.

   Durante as aulas ministradas, o estudante poderá tirar as suas dúvidas sobre a matéria dada com os inúmeros plantonistas que estarão à sua disposição na sala de aula em tempo real. São 80 plantonistas. Ao longo da duração do curso, o aluno receberá PDF e todo o material necessário para estudar e se preparar para o Enem. Serão cerca de 800 horas de aula durante um semestre inteiro.

   Com metodologia ativa, o curso do Hexag tem uma abordagem proporcional de cada um dos temas das quatro áreas de competência que são exigidas atualmente pelo Enem: ciências humanas, ciências da natureza, matemática e linguagens. A lista de exercícios corresponde a cada aula, que é disponibilizada sem qualquer custo para o estudante Hexag/Enem.

   O diretor-pedagógico do Hexag, Herlan Fellini, informa que a ideia de realizar este programa de 100 aulas gratuitas surgiu com o objetivo de atender uma enorme demanda reprimida de estudantes de todo o País que têm enfrentado muita dificuldade para estudar e ingressar no ensino superior por conta da retração econômica e financeira gerada, sobretudo, pela pandemia do coronavírus. "Foi uma maneira humanitária - diz Fellini - que encontramos para estimular este estudante e prepará-lo para a universidade. Este é um programa que poderá mudar a vida do aluno e da sua família. Aquele aluno, por exemplo, que assiste às nossas aulas, estuda e é aprovado no vestibular para o curso de Economia numa Universidade Federal. É claro que a partir desta conquista a vida dele irá mudar. E para melhor. Este é um ponto que nos motivou bastante para criar o "Enem para todos'. Afirmo isso com muito orgulho".

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem