Professor fala sobre técnicas indianas em entrevista exclusiva e recebe homenagem do Primeiro - Ministro da índia

    

                            Foto: Jonas Masetti

      Jonas Masetti também conhecido como Vishwanatha na Índia é Professor Tradicional de Vedanta, formado pelo Sw Dayananda em internato de 3 anos na Índia. 

   Foto: Jonas Masetti e o Primeiro - Ministro da Índia, Narendra Modi

   Em tempos marcados por inúmeras incertezas, tristeza, ansiedade, depressão um dos maiores desafios tem sido manter o equilíbrio emocional e espiritual. Foi pensando nisso que eu entrevistei com exclusividade, o Professor Tradicional de Vedanta no Brasil, Jonas Masetti. Na oportunidade, o Professor explica os benefícios das técnicas de Vedanta, os seus 3 anos em internato na índia e fala sobre a sua gratidão e experiência em ter sido homenageado pelo Primeiro – Ministro da ÍndiaNarendra Modi. A homenagem alcançou 780 milhões de pessoas.  Confiram a homenagem abaixo: 


O que são as técnicas de Vedanta e Geeta? 


  Jonas Masetti - Vedanta é o nome da parte final dos Vedas que fala sobre o autoconhecimento e a busca do ser humano por sua felicidade além do mundo material. Dentre os estudiosos da espiritualidade os Vedas são muito bem conhecidos pois além de Vedanta também são a origem do Yoga, Ayurveda e da Astrologia, já bem conhecidos no ocidente. 

  - Gita, ou Bahgavad Gita, seu nome completo, é um dos principais textos de Vedanta que lida com as questões fundamentais da busca humana pela felicidade. 

Onde estas técnicas surgiram e quando? 

  Jonas Masetti - De acordo com a história esse conhecimento é o que temos registrado como simplesmente os textos mais antigos da humanidade. Os historiadores datam os a manuscritos do Rik Veda na faixa de 3000 anos, mas a própria tradição diz que esse conhecimento é muito mais antigo e que ele surge junto com o aparecimento do homem, cuja precisão do como onde e porque não pode ser estabelecida. 


Quais os benefícios das técnicas de Vedanta e Geeta? 

  Jonas Masetti - A integração da personalidade humana e o fim pela busca incansável da felicidade através dos objetos externos ou por um processo de autotransformação. Na compreensão do sujeito imutável que já é livre a necessidade de evolução e bem com os julgamentos sobre si que atormentam a mente se cessam. 


Quando o senhor teve contato pela primeira vez com estas técnicas? 


Jonas Masetti - Há aproximadamente 18 anos atrás quando os karmas me trouxeram meu primeiro mestre, que me introduziu a Vedanta e ao Yoga. 


Como foi ter vivido 4 anos de internato na índia? 

  Jonas Masetti - Uma experiência sem igual. Antes de partir sabia que minha vida não seria mais a mesma, mas não tinha ideia o que isso significava. Basicamente a pessoa que parte nessa jornada, vai para não voltar. Através do estudo tradicional de Vedanta e as disciplinas de um ashram, a pessoa de despe completamente da sua personalidade para abraçar uma nova visão sobre si mesma, que aos poucos se consolida como um conhecimento firme e claro de que você já é a felicidade que busca. 


Como surgiu o Instituto Vishva Vidyalaya no Rio de Janeiro? 

   Jonas Masetti - A partir das primeiras turmas que surgiram após a Índia quando apareceu a necessidade de um local físico de encontro. Tendo em vista que fui o pioneiro nas aulas online em uma época em que não se pensava que um estudo tão profundo poderia se ensinado assim, tive que buscar alternativas para suprir a necessidade de contato professor aluno e aplicação de algumas técnicas por questões de segurança não podem ser feitas online, apenas com supervisão do professor. 

- Aos poucos os alunos foram se multiplicando e hoje estamos construindo um gurukulam. O gurukulam é um üpgrade" do instituto onde possibilitará pessoas estudarem no regime de internato como fiz na Índia. 


Como foi a sua reação ao ser citado no último dia 29/30 pelo primeiro-ministro da Índia Narendra Modi? 


   Jonas Masetti - Fiquei muito emocionado, para uma pessoa jovem como eu receber tal honra, tenho apenas 39 anos, foi muito impactante. Não creio que possa haver honra maior que essa e por uma pessoa muito significativa para nossa tradição. O Primeiro-Ministro foi muito objetivo e também muito generoso com suas palavras, tenho a convicção que impactará o caminho de todos os alunos e mudará a história de Vedanta no Brasil.


Instagram@joaocostaooficial



Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem