Circuito Cultural

Entrevista com o Escritor Manoel Góes

 

foto de divulgação

Manoel Góes Neto - Presidente do Instituto Histórico e Geográfico de Vila Velha, diretor no Instituto Histórico e Geográfico do Espírito Santo. Articulista, produtor cultural, membro da Comissão de Cultura da Assembleia Legislativa do ES., curador independente, marchand, palestrante e escritor. Nascido na ilha de Vitória  - casado, dois filhos. Morador do Sítio Histórico de Vila Velha, na Prainha.

 

 Acompanhe abaixo a entrevista com escritor Manoel Góes

 

Joacles Costa:  Quando você percebeu o gosto pela leitura e principalmente pela escrita?

Manoel Góes: Quando fui apresentado às obras de Machado de Assis pelo meu pai, quando estava me preparando para o  vestibular da UFES  nos anos 70.

 

Joacles Costa: O que lhe motivou a escrever este livro?  

Manoel Góes: Registrar em crônicas e ensaios todo o meu sentimento de amor pelo meu ES, em especial a minha cidade de Vila Velha , resgatar a nossa história e os nossos anseios por uma cultura melhor e maior.  Contribuir para o fortalecimento da identidade capixaba e canela-verde.

 

Joacles Costa: Todo escritor tem sua marca, algo que faz se destacar entre os demais. Qual seria a sua?

Manoel Góes: Escrita simples e objetiva.


 Joacles Costa: Você tem referências literárias?

 Manoel Góes: Machado de Assis,  Nelson Rodrigues,  Rubem Braga, Bernadette Lyra,   dentre outros.

 

Joacles Costa: Que tipo de medida(s) você acha necessária(s) tomar para incentivar a cultura da leitura?

Manoel Góes: Tudo parte da escola e na família.  Professores leitores e família leitora formam  novos leitores. 

  

foto de divulgação

Joacles Costa:  Quando começou a escrever Com a Sorte da Palavra, a história já estava pensada e esquematizada ou você deixou sua imaginação fluir à medida que colocava as palavras no papel?

Manoel Góes: Sempre gostei de escrever crônicas e ensaios. Em 2015 tive a minha publicação e jornal.  E continuo até  hoje.  Reuni algumas publicações de 2015 à 2018 e editei este meu primeiro livro.  Já tenho outras publicações de 2018 a 2020 reunidas para um próximo livro. E também estou escrevendo um romance sobre o histórico  "Parque Moscoso" de Vitória,  ES.

 

Joacles Costa:  Quais são os seus projetos para o futuro?

Manoel Góes:  Pretendo continuar escrevendo,  incentivando a leitura  e poder colaborar em instituições culturais voluntárias, e até,  se for possível,  em uma equipe de governo,  estadual ou municipal na área cultural.

 

Título:  Com a Sorte da Palavra

Autor: Manoel Góes

Manoel  Góes mostra em seu primeiro livro a inquietude em promover a cultura em suas diferentes faces, nos mais variados eventos que promoveu, organizando lançamentos literários, debates, mostras de artes, de artesanato, folclore e palestras. A obra é dividida em seis partes: Cultura, Ensaios, História, Livros, Patrimônio e Voluntariado, buscando sempre celebrar e homenagear a cultura capixaba. 

Ano: Setembro de 2020, de maneira virtual.

Páginas: 147

Preço:   39,00 ESGOTADO

Editora:  Cousa Editora              

Onde Comprar:  https://cousa.minestore.com.br/produtos/com-a-sorte-da-palavra

 

 O que você está lendo no momento? 

Manoel Góes:    No momento estou lendo "Fama Volat" -  Romance de Francisco Grijó, escritor capixaba.

 

 

 

 

 

 

 

 

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem