JOÃO BRASIL E ZERO AWÁ LANÇAM “CHICKEN FROM ANGOLA”

  JOÃO BRASIL E ZERO AWÁ LANÇAM “CHICKEN FROM ANGOLA” 

Assista ao vídeo: https://youtu.be/erfKMzDW9qo



(Divulgação)

Unindo música afro e sintetizadores, o DJ e produtor musical João Brasil e o percussionista Zero Awá lançam hoje, 29 de Janeiro, a dupla artística, o single e o videoclipe inéditos Chicken From Angola, criados durante o período de isolamento em 2020. Os artistas continuam em produção acelerada para lançar em breve o primeiro EP da nova empreitada.

“Chicken from Angola” é o primeiro fruto do projeto Primeiro Abraço, que uniu 21 artistas de diferentes vertentes, formando 10 novas duplas que vêm produzindo canções originais à distância. Eles irão apresentá-las ao vivo e dar, literalmente, o primeiro abraço no palco do Solar de Botafogo, no Rio de Janeiro, quando acontecer a reabertura segura das casas de shows, este ano.

A faixa "Chicken From Angola" é uma composição, gravação e interpretação assinada exclusivamente por João Brasil e Zero Awá, que não se conheciam antes do projeto Primeiro Abraço, idealizado pelo curador, produtor e empresário artístico Geraldinho Magalhães, diretor da Diversão e Arte.

Já o videoclipe traz imagens registradas pelos próprios artistas em seus respectivos estúdios e contou com montagem e edição do vídeo João Filipecki, além de arte de Tomás Salles, que assina a capa do single. 

Sobre o Primeiro Abraço, João Brasil comenta: 

“Foi um processo maravilhoso de participar. E temos expectativa de realmente realizar esse encontro no palco. O tão esperado ‘Primeiro Abraço’ vai ser lindo, emocionante. Também desejo que o Chicken From Angola voe para além do Brasil, para além de Angola, e que a gente vá para o mundo com esse projeto; será um sucesso!”.

E Zero Awá completa: 

“O lado ruim da pandemia foi compensado com a positividade desse encontro com o querido João Brasil, proporcionado pelo Geraldinho e por esse projeto maravilhoso. Faço votos e desejo sucesso ao projeto com as outras duplas também, mas quero dizer que a minha dupla já é um sucesso, já tá maravilhoso, pra mim já é tudo, tô feliz da vida”.

A faixa também batiza a nova dupla e é um lançamento do selo AmpliDiversão em parceria com a Elemess Music, a distribuidora Altafonte e Promoção do hub musical Fogo no Paiol.

Sobre o Primeiro Abraço

Instagram @primeiroabraco / Facebook @oprimeiroabraco

Um movimento plural de afeto e arte, com produções musicais de alto nível em larga escala durante a pandemia, mirando a reabertura dos palcos em 2021 com shows no Sola de Botafogo, no Rio de Janeiro, onde daremos nosso “Primeiro Abraço” pós-pandemia. O projeto de encontros virtuais entre artistas produzirá o lançamento de novas parcerias, pesquisas, “pocket shows” com vídeos no YouTube e fonogramas originais em todas as plataformas.

Abraçaram a ideia: Charles Gavin + Jr Tostoi, Davi Moraes + Rodrigo Maranhão, Arto Lindsay + Negro Léo, Zé Renato + Paulo Rafael, Bnegão + Marcos Suzano, Manoel Cordeiro + Marlon Sette, Dj Mam + Jade Baraldo, Kassin + Vovô Bebê, João Brasil + Zero Awá, Duo Gisbranco + Júlia Vargas. Em breve, mais lançamentos, mais novidades ;)

Sobre João Brasil

Instagram @jbrasil

Considerado o Rei dos Mashups, João Brasil é músico, DJ e produtor musical. Seus hits, remixes e mashups se tornaram hinos no Brasil e no mundo. Apoiado por DJs superstars como Hardwell, Steve Aoki, Diplo e Fatboy Slim, ele se apresentou em grandes festivais como Rock In Rio, Lovebox e SXSW. João Brasil foi responsável pela música e performance da cerimônia de abertura dos Jogos Paralímpicos Rio 2016. Gravou com artistas como Fatboy Slim, Wesley Safadão, Ludmilla e Gaby Amarantos. João Brasil se formou na Berklee College of Music.

Sobre  Zero Awá

Instagram @zero_awa

Pesquisador dos ritmos africanos e caribenhos, Zero Awá se consagrou como percussionista em grupos de Afoxé e Jongos, além de participar das baterias das escolas de samba Portela, Mocidade Independente, Mangueira e Vila Isabel. Atualmente segue carreira solo. Zero Awá é conhecido no meio musical, não apenas pelo seu belo toque de xequerê, mas por popularizar este instrumento, através dos carnavais e em gravações de discos na música popular brasileira, ressaltando-se o samba.



Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem