ENTREVISTA - LITERATURA

por   Por Joacles Costa

     Ser escritor é fácil, é só ter ideias, caneta  
e papel.  O que complica é fazer   
seus escritos serem lidos


foto de divulgação 

Sonia Maria Rodrigues Rosseto, escritora, casada, mãe de dois filhos, natural de Cariacica - ES e moradora da capital. Com bacharel e licenciatura em pedagogia, Sonia também é pós graduada em LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais), além disso membro da Academia Feminina Espírito-Santanse de Letras, ocupante da cadeira de número 15. Salmista no Santuário Basilica de Santo Antônio, Sonia é "cantadora" de suas histórias, pois canta suas histórias ao invés de contar.
Entre seus diversos escritos, suas obras publicadas são ao todo quatro (4), sendo eles "O Sonho do Toninho" 2002, com a 2° edição marcada para ser lançada no mês de fevereiro. "A Serpente Dalila" 2007, "A Panela encantada" 1° edição 2009 e atualmente está em sua terceira (3°) edição 2020. E "Cirina uma mulher para ser lembrada, sempre" 2012, biografia de sua sogra analfabeta e empreendedora de sucesso.


Acompanhe a entrevista com a escritora Sônia Rosseto 
 
Joacles Costa: Quais são os seus livros publicados?  
Sonia Rosseto:  Sonho Do Toninho, Cirina uma mulher para ser lembrada, sempre, A Serpente Dalila e A panela encantada.
 
Joacles Costa: Como foi o início de Sonia Rosseto? Quais as dificuldades e apoios que você obteve para que sua primeira obra viesse a ser publicada?
Sonia Rosseto: Ser escritor é fácil, é só ter ideias, caneta e papel. O que complica é fazer seus escritos serem lidos. É um processo contínuo e árduo. Precisamos ir às escolas, feiras literárias e isso quando encontramos pessoas que estando nesse meio, nos ajuda a entrar e, muitas vezes não é fácil. Eu tive ajuda de amigos donos de escola, que no meu primeiro livro adotando como livro paradidático, isso foi crucial, pois escritor quer vender seus livros e faze-los conhecidos. Tive o apoio também de minha mãe, que custeou meu primeiro livro e com as vendas pude pagar o empréstimo que ela fez para mim.
 
Joacles Costa: Como surgiu a ideia inicial para a criação de A PANELA ENCANTADA?
Sonia Rosseto: Primeiro surgiu pela necessidade de tentar conscientizar as crianças para a preservação da natureza e a respeito da separação dos lixos. Cecília tem um pouco de mim, pois quando criança ia a um lixão próximo de minha casa e me divertia com os livros e as diversas coisas lá encontrava. Anos depois de minha infância, faço a separação dos lixos e busco sempre reaproveitar coisas que para muitos é vista como lixo. Eu usei a panela de barro para dar ênfase a cultura capixaba e juntamente com a preservação do meio ambiente, afinal, infelizmente, existe muito lixo sendo jogado no mangue, berço também da matéria prima da nossa famosa panela.
 
Joacles Costa: Você acha que os leitores capixabas estão valorizando mais a literatura dos autores também capixabas?
Sonia Rosseto: Sim. Porque o trabalho das Academias literárias existentes em nossa Estado, estão dando ênfase aos encontros e feiras literárias em shopping, praças e escolas e, todo empenho está trazendo bons frutos.
 
Joacles Costa: Quais os seus autores favoritos?
Sonia Rosseto: Fernando Pessoa e Clarisse Lispector.
 
Joacles Costa: Qual o seu maior sonho?
Sonia Rosseto: Hoje vivo dos pequenos acontecimentos, então não possuo um maior sonho, ser feliz me basta. Como eu vivo e tudo que já conquistei, já me torna uma pessoa feliz.
 
Joacles Costa: A melhor maneira de se escrever para crianças é através do talento, vocação ou esforço?
Sonia Rosseto: Ao meu ver é através da vocação, pois as crianças são o nosso futuro e convenhamos, a vocação é a melhor maneira de se fazer qualquer coisa. Mas é claro sem diminuir o talento e o esforço.
 
Joacles Costa: A leitura ou a escrita é a maior tarefa para o escritor?
Sonia Rosseto: O escritor precisa de ambas as coisas, afinal através da leitura aprendemos novas palavras, novos horizontes e novos olhares e quando escrevemos, temos a oportunidade de ensinar novas palavras, abrir horizontes e proporcionar novos olhares para um público ainda maior.
 

foto de divulgação 

A panela encantada
O livro aborda a questão do lixo que vira luxo. Uma menina muito pobre, encontra no lixo, uma panela de barro. Cecilia fica curiosa de ver uma panela feita de barro, mas ela ainda não sabia que a panela era encantada. O lixão era muito frequentado por Cecília, a protagonista, porque lá encontrava sempre algo para comer e vestir.

Título: A PANELA ENCANTADA

Autor:  SONIA ROSSETO

Ano:  3° edição - 2020

Páginas: 16
Preço:   R$15,0
 
Editora:  Editora Jodem              
Onde Comprar:
   soniarosseto@hotmail.com e (27) 99981-2234 
Contato no instagram: @soniarosseto
Leitura no YouTube: 
https://www.youtube.com/watch?v=t32rZOsoLik&feature=emb_title
O que você está lendo no momento? 
Sonia Rosseto: No momento estou lendo um livro antigo que nunca havia tido curiosidade para fazer a leitura de título “Iracema” de José de Alencar. E também estou fazendo a leitura de “O Diário de Anne Frank”.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem