ARTE 


  Os produtores do EncontrArte Fabio Mateus, Claudina Oliveira e Tiago Costa

foto de divulgação 

A produção do  Festival EncontrArte, que está com edital de inscrições abertas até o próximo dia 21, está preparando um documentário dos 20 anos de espetáculos.

 Em paralelo a isto, o  grupo corre contra o tempo para que o público possa assistir boas produções. De acordo com Tiago Costa, em anos anteriores até 600 grupos chegaram a se inscrever. “Este ano por conta da pandemia e dos baixos  recursos esperamos 300 inscritos e só poderemos escolher nove", contou.

Para viabilizar as apresentações, este ano foi necessário restringir a participação para coletivos teatrais do Estado do Rio. Antes, segundo Tiago, contemplava grupos de todo o Brasil.  

Colocar o festival na rua, num período em que o “ator" principal durante  um ano é  o novo  Coronavírus, não  esta sendo tarefa fácil.  De acordo com Claudina Oliveira, não fosse pela Lei Aldir Blanc não seria possível realizá-lo. 

“Sem patrocínio não temos como trabalhar. Precisamos de parcerias, mas muitas empresas quebraram” lamentou, acrescentando que a ajuda dos governos federal e estadual por meio da Lei são fundamentais neste momento.
foto de divulgação 

Como o show não pode parar, além de selecionar apenas grupos do Rio, também não está sendo exigido trabalhos inéditos.

 “Entendemos que não haveria tempo hábil para montagem de peças inéditas. Com isto permitiremos reapresentações. Quem tiver  trabalhos inéditos,  maravilha. O importante é que o festival vai acontecer e poderá celebrar os 20 anos” comemora Fabio Mateus.

Apesar dos 20 ano de luta para manter o EncontrArte na Baixada, o público  verá, on-line, sua  19a edição já que no ano passado não teve apresentação. E isto obrigou os atores e produtores a buscarem alternativas para sobreviverem.
foto de divulgação 

A Internet foi e está sendo uma grande aliada.  Tiago Costa contou que para se manterem foi preciso enfrentar as facilidades  e dificuldades da rede . “ A maioria de nós deu aula on-line. São  professores e até doutores. Alguns mudaram de ramo, fizeram artesanato e sobrevivemos”.

Inscrições

Interessados em participar do Festival devem acessar www.encontrarte.com.br/edital. Estão aptos a concorrer produções infantis, infanto-juvenis e adultos, de qualquer gênero : drama, comédia, musical, farsa e épico com atores, bonecos, formas animadas e sombras. Não será cobrada taxa de inscrição para o festival, que acontecerá no período de 25 de março a 15 de abril, e um mesmo grupo poderá inscrever mais de um espetáculo, mas somente um será selecionado.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem