Música no Museu apresenta:Os Imortais da Música Brasileira e os Gênios Internacionais

  Música no Museu apresenta:Os Imortais da Música Brasileira e os Gênios Internacionais

Última semana:  Os Imortais da Musica Brasileira e os Gênios Internacionais

(Denise Emmer-Divulgação)

Na continuidade do RioHarpFestivale mesclando a harpa com outros instrumentos,Música no Museu  prosseguindo a sua temporada 2021, apresenta um novo programa reunindo a obra dos grandes compositores brasileiros permeando o clássico e o popular, ressaltando a produção musical brasileira através de seus nomes mais importantes onde o erudito e o popular se fundem e a alma brasileira é o pano de fundo deste encontro especial. 

Paralelamente e no contraponto, serão apresentadas obras dos gênios internacionais (Puccini, Bach, Haendel, Vivaldi, Haydn, Mozart, Beethoven, Schubert, Debussy, Stravinsky, Bartók, Britten,, Ravel, Prokofiev, entre outros) dos séculos passados, gerando um contraste com a obra brasileira. Este contraponto enriquecerá todo o projeto e ampliará o seu universo cultural.

Assim, de 26 de fevereiro a  20  de março com o apoio do Museu da Justiça, serão apresentados    concertos  virtuais com obras destacadas de Chiquinha Gonzaga, Villa-Lobos, Francisco Mignone, Ari Barroso, Ernesto Nazareth, Radames Gnatalli, Jacob do Bandolim  ao lado dos gênios internacionais, e uma homenagem especial a Beethoven no prosseguimento das comemorações dos seus 250 anos realizadas em  2020.


(Trio Movimento Música D'Ambrósio-Divulgação)


AUTORES E SUAS OBRAS:

Este  projeto traz um inesquecível encontro com os grandes nomes da Música brasileira  com as suas músicas interpretadas por musicistas  brasileiros consagrados nacional e internacionalmente, em um evento dinâmico e atraente, proporcionando ao público momentos de puro encantamento e uma oportunidade rara para conhecer ou relembrar nossos grandes imortais: Padre José Mauricio, Carlos Gomes, Chiquinha Gonzaga, Ernesto Nazareth, Heitor Villa-Lobos, Francisco Mignone, Pixinguinha, Ary Barroso, Jacob do Bandolim, Pixinguinha, Radamés Gnatalli, Guerra-Peixe, Jacob do Bandolim e Tom Jobim, entre outros. Essa proposta complementa o trabalho desenvolvido por Música no Museu em cidades brasileiras e também em sua versão Música no Museu Internacional, em diversos países, que vem obtendo o maior sucesso levando a música e o músico brasileiro para o exterior. Se lá fora faz sucesso, por que não estendê-lo com um aspecto de brasilidade?

Paralelamente e no contraponto, serão apresentadas obras dos gênios internacionais (Puccini, Bach, Haendel, Vivaldi, Purcell, Haydn, Mozart, Beethoven, Schubert, Debussy, Stravinsky, Bartók, Britten, Schoenberg, Ravel, Prokofiev, entre outros) dos séculos passados, gerando um contraste com a obra brasileira. Este contraponto enriquecerá todo o projeto e ampliará o seu universo cultural.

(O pianista José Carlos-Divulgação)


Os Musicistas:


E os intérpretes, são nomes conceituados na música brasileira: Arthur Moreira Lima, João Carlos Assis Brasil, Licia Lucas, José Carlos Vasconcellos, Marco de Pinna, Trio D´Ambrosio, Trio Movimento Musical, Duo Madri de Violões    tendo em comum apresentações  regulares  na Série Música no Museu seja em palcos brasileiros ou estrangeiros ai levando a musica brasileira para o exterior.


Destaque, também, para as orquestras de Violões do Forte de Copacabana, Cavaquinhos de Cabo Frio, Camerata Uerê e Orquestra Música para Todos, de Teresina, Piaui trabalhos realizados em Comunidades visando a interação social através da música.


Este conjunto permite trazer um panorama da musica de concerto e que é complementado pela palestra ilustrada do pianista e pesquisador Newton Nazareth, sobrinho-neto de Ernesto Nazareth que também destaca compositores como Carlos Gomes, Tom Jobim entre outros.


(DSC-Divulgação)


DESTAQUES:


Sob o fundo musical de Aquarela do Brasil, o segundo hino brasileiro, a abertura e o encerramento serão realizadas pelo pianista Arthur Moreira com os imortais brasileiros e encerrando com os Gênios Internacionais, todos de seu excelente repertório.


Villa-Lobos, nosso compositor-maior, será exaltado de várias formas desde a comemoração de seu aniversario no dia 5 de março com um quarteto de pianistas, a apresentações em ritmo de jazz com o Villa-Lobos injazz incluindo também programas específicos tocados pelos vários dos músicos que se apresentam e, em destaque, o Trio d´Ambrosio com Maria Célia Machado na harpa.


Licia Lucas, ex presidente da Academia Nacional de Música, traz um programa que apresentou em Moscou com o maior sucesso.

A saxofonista e clarinetista Dani Spilman com amigos  toca os clássicos brasileiros.


E na homenagem a Beethoven, desde um programa especial com a Orquestra da Radio da Guatemala, a apresentação da pianista Maria Helena Andrade com a Orquestra do Theatro da Paz, em Belém, e  a Orquestra Carioca de Pagofe Baiano que traz a 5ª. Sinfonia  com ritmo de pagode uma de suas músicas mais famosas.

O gaitista Roberto Becco Morais exalta, na gaita, a obra de Astor Piazzolla.


A soprano Georgia Spielmann e a pianista Maria Luisa Lundberg apresentam um programa em torno da lendária Chiquinha Gonzaga, um mito na música brasileira.


(Photo imagem:Licia Lucas-Música no Museu-Divulgação)


PROGRAMA:



 - 9 de março - 13hs 

Dani Spilamann e convidados


- 10 de março- 13hs - 52:13

Newton Nazareth, pianista- Palestra sobre Os Imortais da Música Brasileira e os Gênios Internacionais.

Pianista - pesquisa sobre os Imortais da Música Brasileira


- 11 de março- 13hs - 45:20

 Camerata do Uerê / Orquestra Rio Camerata


- 12 de março- 13hs 

Orquestra Violões do Forte-
Roberto Beco Morais- gaita- Astor Piazzolla.


PGM 13 - 13 de março- 13hs - 52:13

Maria Helena Andrade & Orquestra Teatro da Paz

- Orquestra Carioca de Pagode Baiano que traz a 5ª. Sinfonia  -Beethoven em Pagode

Homenagem a Beethoven (Em espanhol)

Orquestra da República Dominicana

 

- 14 de março- 13hs - 52:13

Newton Nazareth: Palestra sobre Imortais da Música Brasileira

Pianista - pesquisa sobre os Imortais da Música Brasileira


- 15 de março- 13hs -

Geórgia Spilman/Maria Luiza Lundberg 

Homenagem a Chiquinha Gonzaga


- 16 de março –

Orquestra Música para Todos. Regência Serguei Eleazar de Carvalho.


PGM 17 - Dia 17 de março -

DANI SPILMANN e convidados. 


PGM 18 - 18 de março- 13hs -

Joao Carlos Assis Brasil, piano


- Dia 19 de março- 13hs -

Trio Movimento Musical  piano João Paulo Romeu, violoncelo Denise Emmer, flauta Lelia Brazil. Participação clarineta Mariana Bernardo

 

- Dia 19 de março- 13hs -

Villa - Lobos in Jazz 


- Dia 20 de março- 13hs -

Arthur Moreira Lima, piano

Links:

Música no Museu - https://www.facebook.com/musicanomuseufan

RioHarpFestival - https://www.facebook.com/Rio-Harp-Festival-101743094976115

Link da página no Twitter:

Música no Museu - https://twitter.com/musicanomuseu1

Cedro Rosa Youtube

https://www.youtube.com/channel/UC25sT7ofudoMWTDOx5T2DdQ )

Facebook

https://www.facebook.com/cedrorosadigital.com.br/ )

 www.radiomusicanomuseu.com




Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem